FPS

A Instituição

Atualizado em: 26/10/2018 18:00:14

APRESENTAÇÃO

descrição da imagem

A Faculdade Pernambucana de Saúde – FPS surgiu, em 2005, da aliança entre a Associação Educacional Boa Viagem (AEBV) e a Fundação Alice Figueira (FAF), organização de apoio ao desenvolvimento do Instituto de Medicina Integrada Prof. Fernando Figueira (IMIP), instituições com elevado reconhecimento e reputação pública no contexto em que estão inseridas. Trata-se de uma junção de competências acadêmicas e administrativas, baseada em amplo conhecimento das atividades relacionadas ao ensino, a pesquisa e a extensão de nível superior, imprescindíveis para o desempenho satisfatório da nova instituição.
A FPS tem por missão o desafio de uma instituição de educação superior que atue de forma indissociável entre o ensino, a pesquisa e a extensão. As atividades de ensino não se restringem a preparar o indivíduo apenas para atender às necessidades da população, mas, fundamentalmente, objetivam formar profissionais para atuarem como agentes transformadores da sociedade, centrados em uma visão generalista.  
Assim, identifica os princípios da construção coletiva, flexibilidade curricular, interdisciplinaridade e problematização do saber como essenciais para a aquisição de uma aprendizagem significativa, articulada pela qualidade de ensino, pelas atividades de formação e preparação técnico-científica, que contribuirão para a autonomia intelectual e profissional. Para tanto, desenvolve seu projeto pedagógico ancorada nos princípios da metodologia ativa, através do método de Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP), o mesmo método adotado nas melhores universidades do mundo.
A faculdade conta com laboratórios de última geração, modernas técnicas e equipamentos para a aprendizagem e um corpo docente altamente capacitado. Além disso, oferece aos seus estudantes a excelente estrutura do IMIP, maior complexo hospitalar de ensino do Norte-Nordeste e um dos maiores da América Latina, como seu hospital de ensino, que possui cenários variados como campo de prática profissional.
Atualmente oferece os cursos de graduação em Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Medicina, Nutrição e Psicologia (acesse aqui os atos legais das graduações); cursos de pós-graduação lato sensu em Análise do Comportamento aplicada ao Transtorno do Espectro Autista, Enfermagem em Obstetrícia, Neuropsicologia, Perfusão Cardiopulmonar e Assistência Circulatória Mecânica e Psicologia Clínica Hospitalar; e cursos de pós-graduação stricto sensu de Mestrado profissional em educação para o ensino na área de saúde e Mestrado Profissional em Psicologia da Saúde.
 
Clique aqui e faça o download do livro A Escola Médica idealizada por Fernando Figueira - O Início da História. Por Prof.Gilliatt Falbo. 

 

Nossa missão

Prestar serviços com padrão de excelência em ensino, em pesquisa e em extensão na área de saúde, contribuindo para a formação de profissionais competentes e éticos, buscando performance empresarial e crescimento sustentado, além de contribuir para a construção de uma sociedade justa.


PDI
O Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS) abrange o período de 2015 a 2019, sendo uma atualização do PDI 2010-2014.  

Clique aqui e confira o PDI. 
 

2000
ESTUDANTES MATRICULADOS
291
PROFESSORES QUALIFICADOS
71
SALAS DE TUTORIA
29
LABORATÓRIOS
Clique ao lado e faça o download do livro A Escola Médica idealizada por Fernando Figueira - O Início da História. Por Prof. Gilliatt Falbo.

METODOLOGIA

A Faculdade Pernambucana de Saúde utiliza a mesma metodologia adotada nas melhores universidades do mundo, o método de ensino ABP – aprendizagem baseada em problemas. Aprendizagem Baseada em Problemas: Uma abordagem inovadora na formação de profissionais de saúde. A Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP) representa uma importante e ampla mudança no cenário educacional para formação de profissionais de nível superior, sobretudo em cursos na área da saúde.
 
Esta inovadora abordagem educacional foi desenvolvida inicialmente no Canadá (1969), sendo implementada em várias universidades e faculdades de ponta em todo o mundo. O método ABP enfatiza a aprendizagem ativa e significativa, baseando-se em 4 modernos princípios de aprendizagem: construtivo, colaborativo, contextual e autodirigido.
 
O estudante é considerado o centro do processo de aprendizagem. A partir da contextualização e resolução de problemas reais, os estudantes divididos em grupos tutorias de até 12 participantes, constroem ativamente o conhecimento de maneira colaborativa, compartilhando tarefas e responsabilidades, sob a supervisão de tutores. Deste modo, desde o início do curso, os estudantes vivenciam uma abordagem e ambiente educacional que propiciam o desenvolvimento de conhecimentos e habilidades profissionais, como liderança, senso crítico, comunicação, trabalho em equipe, raciocínio clínico, entre outros.
 
Em Pernambuco, a Faculdade Pernambucana de Saúde é pioneira na implementação do método ABP no currículo de seus programas e cursos de graduação e pós-graduação.

VANTAGENS DA ABP

  • O professor assume o papel de tutor, que, a partir dos seus conhecimentos e a sua compreensão dos fatos, auxilia o estudante na pesquisa da solução e/ou compreensão dos problemas, com casos que, na maioria das vezes são protótipos de situações da futura prática profissional;
  • O conteúdo curricular é dinâmico e estruturado por meio dos casos práticos abordados;
  • A habilidade em identificar a questão central diminui o excesso de informações desnecessárias, otimizando a aprendizagem;
  • A abordagem propicia a aquisição de competências genéricas e habilidades pessoais, bem como o trabalho em equipe, a comunicação e a solução de problemas, ajudando na integração do conhecimento;
  • Facilita o processo construtivista de aprendizagem (usar o conhecimento prévio para identificar o que ainda precisa ser aprendido).

DINÂMICA DE GRUPO

A atividade nos grupos tutoriais é de fundamental importância para o processo de ensino-aprendizagem. O grupo tutorial é composto pelo tutor (docente) e pelos estudantes. Estes últimos, em sistema de rodízio, vão se alternando, para cada seção, na função de coordenador, secretário e ouvinte, de forma que todos possam exercer estas funções repetidas vezes durante o curso.

PROCESSO DA AVALIAÇÃO

Tendo como cerne do processo de ensino-aprendizagem aplicado à Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP), o sistema de avaliação da FPS objetiva em seu processo avaliativo mensurar as competências nos eixos cognitivos, psicomotor e afetivo de modo contínuo e sistemático incluindo, ainda, em sua proposta educacional, a medição de todas as demais variáveis envolvidas no processo de ensino e aprendizagem utilizando métodos que tenham relação com os princípios psicopedagógicos e sociais expressos no currículo.

A proposta pedagógica dos nossos cursos está voltada para a formação de competências pelo estudante, na perspectiva de desenvolver processos que os mobilizem para o enfrentamento de problemas concretos do cotidiano do trabalho em saúde, desencadeando na sua dinâmica e refletindo nos espaços de reflexão teórico/prático. São consideradas as seguintes competências: comunicativas, técnicas, cognitivas, interpessoais, ética, freqüência (tempo/estudante, em relação ao estudo; tempo/estudante nos serviços de saúde) e evolução desse tempo durante o processo de aprendizagem.

Veja aqui mais informações sobre nossos processos de avaliação.

 

CORPO DIRIGENTE

CARLOS SANTOS DA FIGUEIRA

CARLOS SANTOS DA FIGUEIRA

DIRETOR ACADÊMICO
JOSÉ PACHECO MARTINS RIBEIRO NETO

JOSÉ PACHECO MARTINS RIBEIRO NETO

DIRETOR FINANCEIRO