Núcleo de Internacionalização e Mobilidade Acadêmica - NIMAC

Atualizado em :20/07/2018 11:33:44

A FPS estabelece parcerias com instituições nacionais e internacionais, bem como faz adesão a programas de governos para promover a mobilidade acadêmica de discentes e docentes, como os seguintes objetivos:

a) proporcionar o enriquecimento da formação acadêmico-profissional e humana, por meio da vivência de experiências educacionais em instituições de ensino nacionais e internacionais;
b) promover a interação de discentes, docentes e funcionários técnicos  com diferentes culturas, ampliando a visão de mundo e o domínio de outro idioma;
c) favorecer a construção da autonomia intelectual e do pensamento crítico de discentes, docentes e funcionários técnicos , contribuindo para seu desenvolvimento humano e profissional;
d) estimular a cooperação técnico-científica e a troca de experiências acadêmicas entre  discentes, docentes e funcionários técnicos e instituições nacionais e internacionais;
e) propiciar maior visibilidade nacional e internacional da FPS;
f) contribuir para o processo de internacionalização do ensino de graduação e pós-graduação da FPS.



São consideradas como atividades de Mobilidade Acadêmica Nacional ou Internacional aquelas de natureza acadêmica, científica, artística e/ou cultural, como cursos, estágios e pesquisas orientadas que visem à complementação e ao aprimoramento acadêmico de docentes, estudantes de graduação e pós-graduação e técnicos de IES.

O Regulamento do Núcleo de Mobilidade acadêmica da FPS estabelece as normas e procedimentos para a mobilidade acadêmica de docentes e estudantes de cursos de graduação e pós-graduação e funcionários técnico-administrativos da Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS) e tem por objetivo o aprimoramento acadêmico e/ou técnico através da realização de atividades Administrativas, de Ensino, Pesquisa e Extensão e à interação com outras culturas.

O Núcleo de Internacionalização e Mobilidade Acadêmica – NIMAC – é composto por: um coordenador e representantes: dos estudantes do diretório acadêmico de cada curso, dos docentes de cada curso, das coordenações dos cursos de graduação; da coordenação da pós-graduação, dos funcionários técnico-administrativos.

Os convênios internacionais atuais e vigentes são com a Universidade de Trieste, Itália; com a Universidade de Miami, USA e com a Universidade de Bologna, Itália. Estes convênios permitiram mobilidade ativa e passiva de docentes e discentes, inclusive com professor visitante da FPS na Universidade de Bologna. A Universidade de Miami capta mais o interesse dos discentes durante o período do internato.

A FPS também tem convênio com o International Federation of Medical Students’ Associations (IFMSA) que propicia mobilidade internacional ativa e passiva de estudantes, em parceria com o Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP).

Durante o período de 2012 a 2016 houve um aumento de mobilidade acadêmica devido ao Programa Ciências sem fronteiras do governo Federal, quando 57 estudantes participaram do programa com distribuição demonstrada na figura abaixo.
 
Atualmente a FPS convênios de pesquisa com a Universidade de Ribeirão Preto, com a Unichristus (Fortaleza), com a Universidade de Nebraska (USA) e com a Universidade de Maastricht, Holanda.
Recentemente, A FPS submeteu proposta para a Escola de Altos Estudos da CAPES o projeto intitulado “Educação Interprofissional em Saúde: estratégias de ação e formação para prática colaborativa no SUS” que envolve parcerias de ensino e pesquisa com instituições de renome nacionais e internacionais na área temática; neste caso, em especial, com a Western University do Canadá e a Universidade de Londres.
 
Em relação ao estímulo para aprendizagem de línguas estrangeiras, A FPS disponibiliza e estimula o uso da Plataforma VOXY, que pode ser acessada por docentes, discentes e funcionários técnicos.  A metodologia comprovada da Voxy permite que seus alunos atinjam seus objetivos de forma mais eficiente, através de uma plataforma inovadora que pode ser configurada para atender às necessidades específicas de cada um. Além disto, na discussão de casos de cada módulo do curso de graduação, são incluídos pelo menos um caso em inglês.

Recentemente, a FPS está realizando convênio com o Instituto Confúcio, China para disponibilizar para discentes, docentes e funcionários técnicos um curso de Mandarim a partir de 2018.2.  

               
COMPOSIÇÃO

Edvaldo da Silva Souza – Coordenador

Representante dos estudantes do diretório acadêmico de cada curso:
Enfermagem – Paloma Maria Oliveira de Almeida
Farmácia – Beatriz Dayane Silva de Oliveira
Fisioterapia – Lia Sara Fonseca da Silva
Medicina -  Luiza Gomes Dantas Gurgel
Psicologia – Maria Valois

Representante da Coordenação de curso:

Enfermagem – Reneide Muniz da Silva
Farmácia – Flávia Morais e Ítala Morgânia Farias da Nóbrega
Fisioterapia – Juliany Vieira
Medicina – Suênia França
Nutrição -  Paula Germano
Psicologia – Andrea Echeverria Martins
Pós-Graduação - Leopoldo Barbosa

Representante dos Funcionários Técnico-Administrativos - Marcone Barros