Uso racional do medicamento para o paciente idoso

Após 07 anos de campanha junto à população de Recife para incentivar o uso e descarte correto de medicamentos, o curso de Farmácia da Faculdade Pernambucana de Saúde - FPS e o Departamento de Assistência Farmacêutica do IMIP colocam o foco da campanha deste ano nos idosos.
A ação acontecerá no dia 04 de maio, na Praça da Santa no IMIP, das 7h às 15h.
O motivo da abordagem se deve ao fato do envelhecimento precoce da população. Essa velocidade do envelhecimento implica em muitos setores da sociedade e, em relação ao uso racional de medicamento, destacam-se vários fatores relevantes que podem influenciar na segurança, efetividade e sucesso da terapia farmacológica. Portanto, torna-se necessário definir o perfil farmacoepidemiológico dos idosos brasileiros para que seja definida a lista de medicamentos essenciais apropriados à sua prescrição.
Essa questão se dá porque a grande maioria dos idosos apresenta limitações funcionais e doenças crônicas, culminando com uso concomitante de muitos medicamentos por um único paciente.
Os medicamentos mais prescritos para os idosos são para o sistema cardiovascular, sistema nervoso, trato alimentar e metabolismo e sangue e órgãos formadores de sangue. Esta população também faz uso através da automedicação de outros medicamentos com os analgésicos/antitérmicos e anti-inflamatórios. A automedicação acontece a partir da administração dos medicamentos isentos de prescrição (MIP).
Neste contexto, atividades educativas como esta visam aproximar o farmacêutico do seu paciente e também fortalecer a integração deste profissional de saúde junto à equipe multiprofissional. Os benefícios serão muitos para o paciente, como adesão ao tratamento e redução do número de medicamentos e doses, assim como de economicidade para a família e para os serviços de saúde pública.

Comentários

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *