O Mestrado Profissional em Psicologia da Saúde contempla uma área em ascensão no Brasil. Além de possibilitar novas propostas de atuação em uma perspectiva interdisciplinar, favorece a interlocução com o Sistema Único de Saúde e promove a integração entre conhecimentos advindos de teorias e demandas sociais nos vários campos de atuação em profissionais da psicologia, educação e saúde em geral. Trata-se de um programa pioneiro na região norte e nordeste.

A proposta objetiva desenvolver competências profissionais, implementar programas de avaliação e intervenção, ampliar e aperfeiçoar práticas em diferentes contextos, públicos ou privados, nos quais são observadas condições de vulnerabilidade, de adoecimento e agravos a saúde física e mental da população.

Ao final espera-se que o mestrando, através da interface entre conhecimentos acadêmicos e a psicologia da saúde aplicada, desenvolva produtos educacionais,  metodologias, tecnologias e intervenções transformadoras e resolutivas.  

O curso é regulamentado pela Coordenação de aperfeiçoamento de Pessoal de nível Superior (CAPES) vide número 727/2016 homologado na reunião 163 do Conselho Técnico Científico (CTC) da CAPES em 05/10/2016.

 

Área de concentração: Psicologia da Saúde


Coordenador do curso:
PROF. LEOPOLDO BARBOSA, Dr.
leopoldo@fps.edu.br

Vice-coordenadora do curso:
PROFª MÔNICA MELO, Dra.

 

Aprovado na 163ª reunião do CTC/CAPES de abril de 2016

aluna com camisa verde

Linhas de pesquisa

  • PROCESSOS CLÍNICOS E OS CICLOS DA VIDA: Análise de perspectivas teóricas e metodológicas nos ciclos da vida. Desenvolvimento de propostas de programas, políticas, ferramentas, técnicas e produtos educacionais para intervenção nos planos individual, grupal, comunitário, institucional e diversos contextos sócio-culturais. Implementação e implantação de programas e ações em psicologia da saúde que considerem o efeito das mudanças contemporâneas relacionadas com a vivência de situações de crise, tais como: doenças crônicas, mudanças de hábitos e estilo de vida, perdas, novas configurações familiares, aposentadoria, resiliência, comunicação em saúde, entre outras que interferem na qualidade de vida, dinâmica familiar, nas relações sociais e nas respostas emocionais do sujeito.
  • AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA E PROMOÇÃO DE AÇÕES EM SAÚDE: Desenvolvimento de pesquisas que visam identificar dispositivos de investigação e programas de intervenção em diferentes cenários públicos ou privados em que o comportamento humano, de proteção ou de risco, pode contribuir para o adoecimento, o agravo ou a prevenção de doenças tais como, hospital, escola, centros de saúde comunitários, organizações não-governamentais entre outros. Identificar etiologias e disfunções associadas ao adoecimento, elaborar propostas e programas de intervenção para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde. Implementar a comunicação entre equipes de saúde, promover ações em saúde através da discussão de estudos de caso, compreender os processos grupais e socioculturais a partir da interface com a psicologia da saúde.

Objetivos

  • Desenvolver conhecimento científico e ético em psicologia da saúde a partir de referenciais teóricos e metodológicos importantes na apreensão de fenômenos biopsicossociais;
  • Considerar características e necessidades regionais e implementar propostas de programas de avaliação e promoção de ações em saúde considerando o indivíduo, a família, o grupo, a comunidade, etnia, gênero e sua interface com os ciclos da vida: bebê, criança, adolescente, adulto e idoso;
  • Compreender e discutir fatores contextuais e do comportamento humano que contribuem para o adoecimento ou a prevenção das doenças, tais como: avaliação das abordagens em saúde, desenvolvimento de políticas e estratégias educacionais de promoção de saúde e formação profissional para atuação em novos espaços de atenção à saúde. 

Docentes permanentes

Clique e acesse o lattes dos docentes

Andrea Echeverria
Clarissa Maria Dubeux Lopes Barros
Isabelle Diniz Cerqueira Leite
Juliana Monteiro Costa
Leopoldo Nelson Fernandes Barbosa
Maria Arleide da Silva
Monica Cristina Batista de Melo
Rossana Rameh
Thálita Cavalcanti Menezes da Silva
Waleska de Carvalho Marroquim Medeiros

Docentes colaboradores

Clique e acesse o lattes dos docentes
Andrea Echeverria
Camila Vieira
Tânia Rudnicki

MÓDULOS E CARGA HORÁRIA

A conclusão do curso exige a obtenção de 36 créditos, sendo 30 em módulos e 6 em dissertação. O mestrando deverá cursar 24 créditos em módulos obrigatórios, pelo menos 6 créditos em módulos optativos e 6 créditos da elaboração da dissertação. Cada crédito teórico ou prático equivale a 15 horas. No total, o curso terá uma carga horária mínima de 540 horas. Os módulos estão assim distribuídos: 
Módulos Obrigatórios
Epistemologia e Psicologia da Saúde - 4 créditos
Métodos de pesquisa na elaboração de dissertações - 4 créditos
Pesquisas atuais em psicologia da saúde - 3 créditos
Psicologia da saúde e interfaces com o SUS - 4 créditos
Promoção, prevenção e comunicação em saúde - 3 créditos
Processos clínicos e avaliação diagnóstica em psicologia da saúde - 3 créditos
Estágio de docência - 3 créditos

Módulos Optativos:
Psicologia, sociedade e contemporaneidade - 3 créditos
Comportamento, cultura e subjetividade em saúde - 3 créditos
Seminário do laboratório de Processos clínicos e os ciclos da vida - 3 créditos
Seminário do laboratório de Avaliação psicológica e promoção de ações em saúde - 3 créditos

O curso terá periodicidade anual com 24 vagas por seleção. 
O curso é organizado em módulos que apontam para a articulação do conhecimento em forma de espiral. Com a utilização de metodologias ativas, o conteúdo será apresentado e a construção do conhecimento em grupo fortalecerá a complexidade dos temas e consolidação do conteúdo. Uma visão preliminar dos módulos aponta para a articulação de diversos temas. 
Os módulos são integrados e além da sala de aula tradicional, são utilizados laboratórios e ambientes de simulação e prática real. A proposta é ampliar a visão de atuação profissional e estimular a busca de conhecimento para desenvolver habilidades e competências necessárias para a atuação em diferentes contextos. 

Regime de aulas

Em relação à operacionalização do curso, os módulos serão realizados quinzenalmente nas sextas, das 17h às 22h e sábados das 8h às 19h. Cada final de semana corresponderá a 15 horas de aula. 

Considerando a dinâmica da Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP), metodologia preconizada pela FPS, cada módulo terá rotina de grupos tutoriais e mais de um docente/tutor responsável pela condução das atividades em diferentes cenários de prática (salas de tutoria, de exposição e laboratórios) e todos os módulos terão ainda acompanhamento em grupo tutorial realizado no fórum online no ambiente virtual de aprendizagem.

Editais e Documentos

Clique aqui e confira o edital da seleção 2018
 

Acesso ao fórum

Clique aqui para acessar o fórum

LEOPOLDO BARBOSA, Dr.

Coordenador do curso