Depoimentos

Atualizado em :29/05/2017 09:46:19

Esse espaço foi reservado para que os nossos eternos estudantes deixem seus depoimentos sobre a sua caminhada profissional após a sua formação na FPS.

  • Pedro Souza – 2012.2

    Coord. de Assistência Farmacêutica e Coord. da Agência Transfusional de Petrolândia

    29/05/2017

    A formação na FPS foi um diferencial. A nova grade curricular do curso de Farmácia, já implantada na ocasião da minha graduação, me permitiu transitar entre duas áreas distintas (Assistência Farmacêutica e Análises Clínicas) que o farmacêutico está apto a atuar, sem nenhuma dificuldade. O método de aprendizado baseado em problemas, com grupos tutoriais de discussão, confere ao estudante um perfil comunicativo. Hoje em dia, comunicação é tão importante quanto conhecimento específico.
    Meu currículo como egresso da FPS foi outro diferencial. A existência de estágios em todas as áreas de atuação profissional solidificou minha formação, dando segurança aos empregadores no momento das seleções e sempre que surgem novos desafios.
  • Livia Maria Miranda - 2014.2

    Farmacêutica do Real Hospital Português

    25/05/2017

    A formação que recebi na FPS foi a melhor que podia receber. O modelo de ensino, o corpo docente, as experiências vividas foram de muita importância para minha formação profissional. Hoje me sinto segura e capacitada para o mercado de trabalho pois sei que recebi uma ótima formação.
    O meu estágio final realizei no hospital Português e, devido ao meu bom desempenho, logo quando me formei fui contratada. A FPS teve grande influência nisso, pois foi graças ao vínculo de estágio que a faculdade tem com as melhores instituições.
    A metodologia da FPS é o principal diferencial, pois nos tornamos profissionais mais capacitados para resolver problemas, temos maior habilidade ao falar em público, nos tornamos mais proativos e também aprendemos a ouvir mais o proximo. Tudo isso é essencial para a formação de um profissional diferenciado. 
  • Aline Dayse da Silva - 2012.2

    Tutora e mestranda da FPS

    25/05/2017

    Ser formada pela FPS foi aprender a ser responsável pelo meu próprio aprendizado, e encarei isso como a ferramenta que precisava para construir a base da minha carreira profissional, ampliando e buscando todo dia aprendizado para poder atuar na profissão que escolhi. A FPS me proporcionou ter como facilitadores do meu desenvolvimento estudantil, excelentes profissionais que me motivaram a querer ir em busca de crescimento e de mais conhecimentos até hoje, tive também a oportunidade de usufruir de ótimos laboratórios e de um hospital escola completo, que começamos a visitar e a desenvolver nossas habilidades desde cedo. Avaliar minha formação por essa instituição é fácil, eu saí pronta para o mercado de trabalho, pronta para continuar a aprender, pronta para exercer o desejado. Construí a base que precisava e a faculdade foi o meu melhor trampolim.
  • Vanessa Silva de Oliveira – 2012.2

    Farmacêutica concursada na Hemobrás

    25/05/2017

    Como sempre fui levada a pensar e buscar meus próprios conhecimentos, através da metodologia de ensino da FPS, estudar os assuntos que faziam parte do escopo do concurso no qual fui aprovada foi muito prático e natural, além do mais, toda a bagagem que já trazia na minha formação me auxiliou neste momento.
    A metodologia da FPS me ajudou a ser mais ativa no mercado de trabalho. Me instigou a correr atrás dos meus objetivos, de ser sempre o agente ativo na minha formação e realização profissional.
     
  • Francisco de Assis Pires Quirino - 2006.1

    Coordenador de endemias em Paulo Afonso e plantonista em Canindé

    26/06/2013

    O que mais me chamou atenção na FPS é que não é uma instituição igual às outras desde a metodologia até a prática no IMIP. Nós estamos inseridos em um centro de referência desde o início do curso, que torna a nossa formação um enorme diferencial e uma porta de entrada para o mercado de trabalho. Os tutores são realmente preocupados em formar profissionais humanizados, são atenciosos e compartilham conhecimento. Não há como não aprender se estamos em contato com os pacientes desde os primeiros períodos e, fora do Estado, somos muito valorizados por fazer parte desta instituição.

12