Apresentação

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL (PDI)

O que é um PDI


O PDI consiste num documento político-institucional de planejamento e gestão em que se considera a identidade institucional e onde se firmam a missão, a visão de futuro,  os princípios da instituição de ensino superior e as estratégias para atingir suas metas e objetivos, em conformidade com Decreto Federal nº 5.773/06. 

Abrangendo um período, de pelo menos, de cinco anos, nele deverão ser contemplados o cronograma e a metodologia de implementação dos objetivos, metas e ações do Plano da IES, observando a coerência e a articulação entre as diversas ações. 
 
O PDI deve estar articulado com a prática e os resultados da avaliação institucional, compreendidas as avaliações externas e a autoavaliação. Os resultados dessas avaliações devem servir de referencia para a construção do planejamento estratégico. Se a IES tiver apresentado PDI quando do Credenciamento, o documento institucional deverá incluir, também, uma comparação entre os indicadores de desempenho constantes da proposta inicial e uma avaliação considerando-se a situação atual.

É nesse texto e contexto que a comunidade acadêmica tem a oportunidade de olhar criticamente a sua história, identificando os desafios do presente e planejando numa perspectiva estratégica, o futuro.

 DISCUTIR O PDI É FORTALECER DEFINITIVAMENTE O DIÁLOGO COM A COMUNIDADE ACADÊMICA.

A prática de construção do PDI tornou-se obrigatória no âmbito do Sistema de Avaliação da Educação Superior (SINAES), criado em 2004. O PDI passou a ser um quesito regularmente avaliado em instituições públicas e privadas.

Mais especificamente, com base no Art.16 do Decreto n.º 5.773 de 09 de maio de 2006, o Ministério da Educação e Cultura (MEC) define o PDI como:
“o documento que identifica a Instituição de Ensino Superior (IES), no que diz respeito à sua filosofia de trabalho, à missão a que se propõe, às diretrizes pedagógicas que orientam suas ações, à sua estrutura organizacional e às atividades acadêmicas que desenvolve e/ou que pretende desenvolver.” (MEC, 2009.)

O Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS) abrange o período de 2015 a 2019, sendo uma atualização do PDI 2010-2014.    
Tem principalmente a função de sistematizar o planejamento na instituição com um horizonte temporal de pelo menos um quinquênio. 
Elementos mínimos que um PDI deve conter: 

O Decreto n.º 5.773 de 09 de Maio de 2006 que dispõe sobre o exercício das funções de regulação, supervisão e avaliação de instituições, sendo que no seu artigo 16 regulamenta os elementos mínimos que um PDI deve conter:


INSTRUMENTO
Eixos Temáticos Essenciais do PDI


I.    PERFIL INSTITUCIONAL

Breve Histórico da IES
Missão
Objetivos e Metas (Descrição dos objetivos e quantificação das metas com cronograma)
Área (s) de atuação acadêmica

II.    PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL – PPI

Inserção regional
Princípios filosóficos e técnico-metodológicos gerais que norteiam as práticas acadêmicas da instituição
Organização didático-pedagógica da instituição
Plano para atendimento às diretrizes pedagógicos, estabelecendo os critérios gerais para definição de:
1.     Inovações consideradas significativas, especialmente quanto à flexibilidade dos componentes curriculares.
2.     Oportunidades diferenciadas de integralização curricular.
3.     Atividades práticas e estágio.
4.     Desenvolvimento de materiais pedagógicos.
5.     Incorporação de avanços tecnológicos.
Políticas de Ensino.
Políticas de Extensão.
Políticas de Pesquisa (para as IES que propõem desenvolver essas atividades acadêmicas).
Políticas de Gestão.
Responsabilidade Social da IES (enfatizar a contribuição à inclusão social e ao desenvolvimento econômico e social da região).

III. CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DOS CURSOS (PRESENCIAL)
Oferta de Cursos
As Instituições deverão apresentar dados relativos ao número de vagas, dimensões das turmas, turno de funcionamento e regime de matrícula de seus cursos. Informar ainda a situação atual dos cursos (em funcionamento, em fase de autorização ou de futura solicitação), incluindo o cronograma de expansão na vigência do PDI conforme detalhamento a seguir:
Graduação (Bacharelado, Licenciatura e Tecnologia).
Programas Especiais de Formação Pedagógica.
Pós-Graduação (lato sensu).
Pós-Graduação (stricto sensu).
 
IV. PERFIL DO CORPO DOCENTE
Composição (titulação, regime de trabalho, experiência acadêmica no magistério superior e experiência profissional não acadêmica);
Plano de Carreira;
Critérios de seleção e contratação;
Procedimentos para substituição (definitiva e eventual) dos professores do quadro;.
Cronograma e plano de expansão do corpo docente, com titulação e regime de trabalho, detalhando perfil do quadro existente e pretendido para o período de vigência do PDI.

V. ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA DA IES
Estrutura Organizacional, Instâncias de Decisão e Organograma Institucional e Acadêmico.
Órgãos Colegiados: competências e composição.
Órgãos de apoio às atividades acadêmicas.

VI. POLÍTICAS DE ATENDIMENTO AOS DISCENTES
Programas de apoio pedagógico e financeiro (bolsas).
Estímulos à permanência (programa de nivelamento, atendimento psico-pedagógico).
Organização estudantil (espaço para participação e convivência estudantil).
      Acompanhamento dos egressos.

VII. INFRA-ESTRUTURA
Infra-estrutura física (detalhar salas de aula, biblioteca, laboratórios, instalações administrativas, sala de docentes, coordenações, área de lazer e outros);

Biblioteca:
Quantificar acervo por área de conhecimento (livros e periódicos, assinatura de revistas e jornais, obras clássicas, dicionários, enciclopédias, vídeos, DVD, CD Rom’s e assinaturas eletrônicas);
Espaço físico para estudos.
Horário de funcionamento.
Pessoal técnico-administrativo.
Serviços oferecidos.
Formas de atualização e cronograma de expansão do acervo.
Laboratórios:
Instalações e equipamentos existentes e a serem adquiridos, indicando sua correlação pedagógica com os cursos e programas previstos;
Recursos de informática disponíveis;
Relação equipamento/aluno;
Descrição de inovações tecnológicas significativas.
Recursos tecnológicos e de áudio visual.
Plano de promoção de acessibilidade e de atendimento diferenciado a portadores de necessidades especiais (Decreto nº 5.296/04 e Decreto nº 5.773/06).
Cronograma de expansão da infra-estrutura para o período de vigência do PDI.

VIII. AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL
Procedimentos de autoavaliação institucional em conformidade com a Lei nº 10.861/2004 (SINAES).

IX. ASPECTOS FINANCEIROS E ORÇAMENTÁRIOS
Demonstração da sustentabilidade financeira, incluindo os programas de expansão previstos no PDI:
Estratégia de gestão econômico-financeira;
Planos de investimentos;
Previsão orçamentária e cronograma de execução (5 anos).
 

CONFIRA AQUI O PDI DA FPS